A ignorância, cetro das trevas

A ignorância é o cetro das trevas. Com ela, o mundo é regido na opressão denominada falta de tempo, excesso de atividades, excesso de cobranças, falta de tempo para alimentar a mente, o espírito e o esquecimento do Criador, Deus/D’us.

A verdade liberta, porém misturada com mentiras ou com o politicamente correto torna-se me mentira, ignorância.

As economias (governos/oligopólios industriais que regem o mundo) moldaram a sociedade a um padrão de “liberdade”, onde, cada um sendo um deus em seu próprio habitat, extingui-se a necessidade do Divino, Deus/D’us,YAHWEH,Jesus/YESHUA. A divindade era necessária, historicamente, quando os governos e seus súditos eram cruéis, as classes eram separadas em ricas (minoria) e pobres (maioria) e, sobreviver por mais um dia (pobres) , uma dádiva, devido as doenças, opressões econômicas, soldados tiranos, violência ao estilo ferro e fogo, sumiços de pessoas, escravidão, abusos de poder, guerras para extermínio de raças/povos – considerados como escórias, amaldiçoados.

A ignorância têm sido prazerosa, uma coroa na cabeça de muitos: o errado torna-se em certo na pós modernidade ou verdade. Os que acreditam nos alicerces da verdade e justiça e prezam por ela, infelizmente, tornam-se em opressores, tiranos, arbitrários, impetuosos, impiedosos, contrários a nova democracia.

O Estado, que deveria ser laico, tem difundido a guerra entre as religiões e permitido a instalação de segmentos religiosos de conduta e ação militar ou de guerrilha, graças ao dinheiro e influência que esses grupos têm sobre o mundo segmentos econômicos. O cristianismo (Católicos/Protestentes-originários do Judaísmo) base de muitas nações, têm sido esquecida, tratada como escória e radicalista, contra a liberdade dos indivíduos e contra àquilo que denominam de nova fase da democracia, abraçadora das causas e dos direitos de qualquer um que acredita ter direitos – novos comitês políticos ou partidos, movimentos sociais formados, constituídos.

A ignorância têm destruído nações nos dias de hoje, os homens se tornaram apáticos, sem mobilidade e defesa, felizes por suas liberdades, estados de deuses em seus mundos. O cetro da ignorância impera, e a luz tem sido ofuscada ou apagada em muitos lugares.

Possíveis conclusões para este tema

  1. Os ignorantes irão defender a teoria da conspiração, distorção da realidade por pessoas que não têm o que fazer. Uma pergunta ao ignorante: quantos livros, artigos nacionais e internacionais, documentários, palestras e outros materiais foram pesquisados para que tenha esta conclusão, teoria da conspiração? Onde há fogo, há fumaça… há pesquisas, há fundamentos e estudos e estes são alicerces necessários para exposição de fatos – atividade de qualquer jornalista, investigador, pesquisador.
  2. Os que não desejam a ignorância irão pesquisar, refletir e observar o conteúdo apresentado, buscar por novas fontes a saber sua veracidade e demais desdobramentos possíveis desta realidade apresentada.
  3. Livros importantes publicados, porém, fora de circulação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *